Notícias

Loading...

domingo, 16 de setembro de 2012

De antigamente para os dias de hoje


Fim de semana conversando um pouco com minha família sobre a saúde publica, resolvo perguntar se a saúde já melhorou muito de antigamente para os dias de hoje. Algumas respostas foram que sim, mas que ainda há muito que melhorar. E uma resposta que chamou a minha atenção foi de um amigo, que disse achar que é proporcional, antigamente estava ruim demais e a população veio crescendo e o governo não provocou melhorias no atendimento e que apenas “adaptaram” ao novo número de pessoas existentes hoje na sociedade.
Fiquei curiosa, para saber sobre como era a saúde publica antigamente, então resolvi pesquisar.
E pesquisando eu descobri que o primeiro Ministério criado nesta área foi em 1930 no governo de Getúlio Vargas, e que em 1953 recebeu o nome de Ministério da Saúde, como é chamado até os dias de hoje.
Como minha avó me disse, antigamente era comum pessoas morrerem por causa de surtos de algumas doenças, a saúde era bem precária, os recursos utilizados eram bem inferiores aos utilizados hoje e não existiam medicamentos e nem vacinas a disposição da população, como atualmente.  Hoje em dia há postos de saúde e pronto atendimentos, onde é possível conseguir atendimento médico, vacinas e até medicamentos. Mas a maioria das pessoas acham que essas melhorias não são o suficiente para que o SUS (Sistema Único de Saúde) seja considerado um plano de saúde de boa qualidade.
A saúde continua precária sim, ainda precisa de muita melhoria e adaptação para a população crescente, mas é válido ressaltar que ela já teve um grande avanço de antigamente até os dias de hoje. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário